• Escola Educare Arte Baby

NutriDicas! A evolução da criança em relação à alimentação!



Quando a criança inicia sua jornada na escola, na grande maioria das vezes coincide com a

introdução alimentar que acontece a partir dos 6 meses. A partir daí, as mudanças acontecem a cada mês. Os bebês crescem, se desenvolvem e a alimentação vai caminhando junto. Muitos pais ficam inseguros, com dúvidas em relação a quantidades, especialmente sobre a ingestão de leite, seja ele materno ou artificial.

O objetivo desse texto é ajudá-lo a esclarecer a maioria das dúvidas.


A introdução alimentar, na escola, acontece após liberação do médico pediatra. Prezamos por respeitar a individualidade de cada criança. Temos um cardápio base de introdução alimentar que consiste em frutas e legumes. Nossa introdução leva 30 dias. Primeiro os bebês recebem as frutas, depois as papas salgadas. Nesse momento, o leite materno e/ou artificial continuam sendo a base de toda alimentação da criança.


Após o período de introdução alimentar, a criança começa receber um cardápio específico

para a idade. E nesse momento trabalho muito a consistência. Os bebês precisam aprender a deglutir, faz parte do processo. Muitos pais ainda optam por deixar as papas na forma de

creme, mas esta não é a melhor opção. As papas devem ser amassadas, para que o bebês

possam sentir os pedacinhos e desenvolver essa parte tão importante que é a mastigação.

Muitas vezes eles não têm dentes, mas a gengiva é muito forte.



A cada mês, a alimentação sólida vai se tornando mais importante. Ao final do 11º mês, os

bebês já devem estar recebendo a maior parcela das suas necessidades nutricionais através da alimentação, sendo que o leite materno e/ou artificial é parte complementar. Nesse período, 4 ofertas de leites diárias são suficientes.


Quando o bebê completa 1 ano, passa a comer mais próximo a comida dos adultos, porém

com alguns cuidados. Na escola temos um cardápio especial para essa fase. Nele, há uma

evolução na consistência, nas preparações, mas mantem-se sem açúcar. A oferta é apenas de frutas e os bolos e biscoitos ainda não fazem parte.


A partir de 1 ano, o bebê deve realizar um jantar em casa com os pais. O lanche da escola, que acontece no final do dia, tem como prioridade oferecer uma boa oferta de energia e proteína, mas não substitui o jantar. Criar esse momento em família é fundamental. Interagir a mesa e deixar o bebê comer sozinho, são práticas bem importantes.


Muitos pais ficam em dúvida em relação as “mamadas” desse período. A recomendação é de uma oferta de 800ml de leite ou outras fontes de cálcio, que podem ser iogurtes e queijos.


O que sempre falo para os pais/responsáveis: variedade, cor e sabor, isso faz uma alimentação saudável.

Não tenha medo de alimentar seu filho, apenas faça comida de verdade. As neuras, em sua grande maioria, são desnecessárias. As crianças precisam de amor, atenção, cuidados e comida feita com esses ingredientes também.

Que este ano seja de muito aprendizado, crescimento e nutrição!





Com carinho,

Daniela Sabel | Nutricionista

5 visualizações

UNIDADE I

Rua Camboriú, 66 - Itajaí - SC

Email: educareartebaby@hotmail.com

(47) 3045-5700

Integral | Intermediário | Meio período

UNIDADE II

Rua Camboriú, 593 - Itajaí - SC

Email: educareartebaby@hotmail.com

(47) 3348-4663 

Integral | Intermediário | Meio Período

​Área restrita

Trabalhe​ Concoso

© 2018 Educare Arte Baby - Criado por FabrikArt

  • Facebook Educare-Arte baby
  • Instagram Educare Arte-Baby