• Escola Educare Arte Baby

Adolescência Infantil


Esta fase tem inicio em torno dos 18 meses e vai até mais ou menos os 03 anos de vida.


O que antes era um pedacinho de fofura, um ser brincalhão e cheio de graça de repente se transforma em um ser completamente diferente, querendo mostrar ao mundo que é um indivíduo.

1. A fala começa a ser mais articulada e a #aprendizagem das palavras aumenta consideravelmente, pelo menos 300 objetos já podem ser nomeados e a compreensão não para. Sua atenção está voltada para o mundo! É um despertar das sensações em que se configuram comportamentos e articulações totalmente novos.


2. Tenho vontades e vou testá-las! É uma fase de descobertas e a criança vai testar todas as situações de qualquer modo; é a fase das birras, por exemplo, do enfrentamento em que situações simples poderão se transformar num caos, dentre estas: tomar banho, trocar as roupas... Os pais precisam entender que “vontade”, “birra”, ”desafio” não estão ligados à maturidade, ou seja, a criança não poderá sentir que os pais esmorecem frente a determinados comportamentos e que seguidamente fraquejam. Esta situação só implicará na confirmação que a criança sempre poderá e conseguirá tudo! Limites são essenciais para a formação de um adulto íntegro.


3. Fase do Não! Tudo para a criança é um belo e sonoro não... Com a sensação cada vez mais clara da sua individualidade a negação é um aspecto de exploração interessante. Pais devem ser firmes diante dos NÃO, entendendo que a negação é uma medida de força contrária para qualquer situação; deve-se perceber que a atitude de enfrentamento só causará desconforto na relação. O que fazer? Existem outras formas de falar com uma criança nesta fase e não é confrontando, até porque é reforçar um comportamento para a vida toda. É uma fase somente e não uma sentença de vida.


4. Fazer birra? Não pode não! Esse não é o melhor jeito de se conseguir as coisas na vida, não permita. Postura agressiva quando a criança morde, bate, belisca, sejam os pais, amigos, parentes precisam ser conversados com firmeza. Os filhos são o reflexo de casa, por isso, pais que sejam permissivos terão filhos tiranos.


5. Atitude X Atitude! Sim... Cada vez que uma criança nessa idade começa a explorar o mundo as suas atitudes vão se ampliando e criando consequências em torno dela. A percepção de si está muito mais elevada e o gosto pela experimentação é fascinante. Toda ação gera uma reação e assim os pais atentos poderão criar boas condições para que seu filho passe por essa fase de um modo mais tranquilo e prazeroso. A criança através de uma atitude assertiva de seus pais entenderá que ela não é o centro do universo e que os limites são necessários para a construção do seu caráter no futuro. Quebrar, chutar, fazer birra, jogar comida no chão, espalhar brinquedos, subir em locais perigosos não podem fazer parte de uma “testagem de limites”, já que a criança entende que isso não foi legal! Então pais, não negligenciem as atitudes assertivas.

Aplicar na hora uma medida de chamar atenção é importantíssimo, por exemplo, perder um brinquedo, um privilégio é a melhor forma de dar contorno ao comportamento nesta fase.

Jussára Eberhardt Vieira

CRP 12/01105

EDUCARE Arte Baby

psico.artebaby@gmail.com

62 visualizações

UNIDADE I

Rua Camboriú, 66 - Itajaí - SC

Email: educareartebaby@hotmail.com

(47) 3045-5700

Integral | Intermediário | Meio período

UNIDADE II

Rua Camboriú, 593 - Itajaí - SC

Email: educareartebaby@hotmail.com

(47) 3348-4663 

Integral | Intermediário | Meio Período

​Área restrita

Trabalhe​ Concoso

© 2018 Educare Arte Baby - Criado por FabrikArt

  • Facebook Educare-Arte baby
  • Instagram Educare Arte-Baby